segunda-feira, 19 de junho de 2017

Alunos respiram tecnologia em sala de aula

     A tecnologia tem sido cada vez mais uma ferramenta diária na rotina das crianças de hoje em dia. Presente em sala de aula do município, a informática passou a não ter limites de aprendizado para estudantes da escola municipal Padre Cláudio Longen, do bairro Pinheirinho. A ideia em aplicar uma linguagem de programação em sala de aula partiu dos próprios alunos do 4º e 5º ano da escola e foi de encontro com o projeto que a Secretaria de Educação de Rio Negrinho já vem desenvolvendo, com o objetivo de inserir inovação e tecnologia na educação.
     A partir desse interesse, a monitora de informática Débora e as professoras Denise e Cláudia iniciaram um trabalho com Scratch para aplicar a tecnologia como disciplina no dia a dia dos alunos de ensino integral. Scratch é uma linguagem de programação e visa três aspectos: fazer a linguagem mais suscetiva à manipulação, mais social e mais significante. Assim a forma como os blocos podem ser manipulados lhe confere uma possibilidade de aprendizagem autogerida através da prática de manipulação e teste dos projetos.
     De acordo com a monitora Débora, a programação é trabalhada em uma plataforma online que permite que os alunos interajam entre si, critiquem e aprendam com os projetos dos outros. Além disso, o Scratch permite a personalização através da incorporação de imagens e sons externos, bem como a possibilidade de desenhar e gravar som dentro da ferramenta. “Eles estão em constante desenvolvimento do raciocínio, permitindo que eles se apropriem da tecnologia, buscando soluções, utilizando recursos que eles têm em mãos”, destacou Débora.
    O aluno do 5º ano, Carlos, já tinha vontade em aprender informática desde cedo. Agora ele já conhece como funciona o sistema de programação de linguagem e o sonha em se tornar um design de games. “Meu sonho é entrar para a Microsoft”, disse o estudante. É importante destacar que a plataforma online é controlada pelos professores, organizando a distribuição de atividades para cada aluno.
     O diretor de Informática da Educação, Jardel Berti destaca a importância em aplicar a tecnologia como conteúdo em sala de aula. Já Fabiano Olsen, diretor de TI da Prefeitura, comenta também sobre os esforços destinados para que o projeto seja implementado na rede municipal de ensino. “A visão e o apoio do prefeito Julio Ronconi, da Secretaria de Educação, além do esforço de um grupo de pessoas ligadas a empresas de tecnologia do nosso município, representadas pelo Empreendedor Juliano Froehner, tem sido fundamentais para o desenvolvimento de projetos como este”, explicou Fabiano.





Nenhum comentário:

Postar um comentário